Idioma:

Utilizando o Switch no PHP

7 de fevereiro de 2011 | Em Web | 711 visualizações | Por

Clique e compartilhe: 


Já vimos como podemos usar o IF..else para criarmos escolhas entre blocos de códigos a executar. E vimos também, como múltiplos IF’s podem ser encadeados, para podermos atingir diversas situações. Um dos exemplos utilizados foi:

If ($dia=="Sábado") echo "Fico em casa";
else if ($dia=="Domingo") echo "Vou passear";
else echo "É dia da semana, vai trabalhar!!!";

É um exemplo simples, onde o IF..else resolve bem o problema. Mas, o caso muda de figura, se tivermos de considerar inúmeras hipóteses. Utilizar muitos “If..else if.. else if… else” torna-se impraticável, e muito confuso de ser perceber. é nesta altura que entra o Switch. O swich é uma função que valida uma variável do tipo caracter, inteira, real ou string.
Consoante determinada validação (ou opção considerada válida) é-nos permitido executar determinado bloco de código para esse “caso/estado” da variável.
Pegando no exemplo anterior, e utilizando o Switch, temos o seguinte exemplo:

<?
switch($dia)
{
case "Sábado": echo "Fico em casa"; break;
case "Domingo": echo "Vou passear"; break;
default: echo "É dia da semana, vai trabalhar!!!";
}
?>

Vou explicar passo a passo. Primeiro, indicamos à função switch() qual a variável estamos a testar: neste caso a variável $dia. Depois abrimos um bloco de código desta função, onde declaramos os casos ou estados da variável Cada caso é indicado com a sigla “case” seguido do seu valor Os “:” indicam que o código que se segue é pertencente ao caso anteriormente declarado. E no fim de cada case, terminamos o bloco com um “break” para que mais nada seja executado do Switch. Por fim, podemos especificar um caso “default”, para a ocasião de nenhum dos “cases” anteriores, seja o estado pretendido.

Seguindo a lógica do script temos a seguinte interpretação:

1- Indicação de que vamos validar a variável $dia
2- Caso $dia=”Sábado”, escreve “Fico em casa”; Termina o switch;
3- Caso $dia=”Domingo”, escreve “Vou passear”; Termina o switch;
4- Caso default, escreve “É dia da semana, vai trabalhar!!!”;

NOTA: O Default é sempre executado, sempre que nenhum dos “case” anteriormente declarados, seja o estado da variável que estamos a testar.

Uma forma de facilitar múltiplas opções que utilizam o mesmo código, em vez de estar a repetir o código para cada opção comum utilizamos a seguinte implementação do switch:

<?
switch($dia)
{
case "Sábado":
case "Domingo": echo "Estamos no Fim de Semana"; break;
default: echo "Estamos num dos dias da semana!";
}
?>

Assim, caso o $dia seja “Sábado” ou “Domingo”, ambos executarão o mesmo código. Caso $dia seja outro valor qualquer, utiliza a opção default.

Exercício 5:

Dada a variável $mes com um valor entre 1 e 12, constrói 2 switch, onde o primeiro indicara o mês do ano, e o segundo indicará a estação do ano. Ambos os switch devem de ter uma condição “default”: o primeiro deverá dizer “Mes inválido”; e o segundo “Estação invalida”; para um numero inferior a 1 ou superior a 12.

Exemplo1:

$mês=1;

Output do script:
"Mês Janeiro, estação Inverno";

Exemplo2:

$mês=4;

Output do script:
"Mês Abril, estação Primavera";

Exemplo3:

$mês=7;

Output do script:
"Mês Julho, estação Verão";

Resumo:
Podemos utilizar o switch para validar múltiplos estados de uma variável, evitando assim sucessivos If..else. Podemos ainda agrupar diversos casos de uma variável, para que qualquer um desses casos executem o mesmo código. A instrução break, termina a execução do Switch.

De Ivaiporã/PR, Engenheiro de Computação, Administrador do Grupo Dicas em Geral. Apaixonado por Tecnologia e Informática.



Deixe seu comentário

Um pouco sobre nós

    O Grupo Dicas em Geral surgiu em 2007 a partir de idéias inovadoras sobre solução de problemas enfrentados diariamente por quem utiliza a Tecnologia e Informática, tanto usuários comuns quanto técnicos. Mas onde surgiu, por quê e qual é o propósito deste site?

Clique aqui e conheça!

Siga o Dicas em Geral no Google+

Vídeo da Semana