Idioma:

China Telecom se une para expandir as operações no Brasil

13 de julho de 2012 | Em Notícias | 305 visualizações | Por

Clique e compartilhe: 


 china telecom china communications service unem expandir operações américa latina brasil  A China Telecom Corporation Limited (China Telecom) e a China Communications Services Corporation Limited (China ComService) anunciaram conjuntamente seus planos de expansão para o Brasil e a América Latina durante um seminário corporativo e uma cerimônia de abertura realizados em São Paulo, no Brasil. O evento contou com a participação do Sr. Donald Tan, Presidente da China Telecom Americas, do Sr. Xiaoyi Liu, Vice-Presidente Executivo da China ComService e do Sr. Rongmao Sun, Cônsul Geral da China em São Paulo (Brasil), bem como outros importantes executivos das duas empresas e 100 convidados, incluindo membros do governo, parceiros corporativos e executivos de empresas multinacionais brasileiras e chinesas.

A China Telecom e a China ComService estão colaborando para melhor atender as necessidades de empresas e operadoras globais no Brasil e em toda a América Latina. As subsidiárias recém-estabelecidas, China Telecom do Brasil e China Communications Services do Brasil terão sede em São Paulo e serão as respectivas filiais locais de cada dessas empresas responsáveis pela expansão e pelo desenvolvimento dos negócios na região. A China Telecom do Brasil, que será diretamente administrada pela China Telecom Americas, também anunciou o lançamento de seu portfólio de produtos e serviços de dados, que inclui IPLC (International Private Leased Circuit), Acesso por IP, VPN com IP, bem como serviços de dados totalmente gerenciados. A empresa planeja introduzir os serviços de Internet Data Center (IDC) e Computação em Nuvem no futuro. Além disso, ela fornecerá serviços de voz por volume para a comunicação entre o Brasil e regiões do Pacífico Asiático, incluindo a China. A China Telecom do Brasil fornecerá serviços de voz e dados de nível internacional para empresas multinacionais, organizações e operadoras internacionais sediadas no Brasil e empresas multinacionais com sede na China que precisam de uma conexão entre Brasil e China e outros países do Sudeste Asiático.

Em 1 de setembro de 2011, a Anatel, Agência Nacional de Telecomunicações do Brasil, emitiu uma licença para Serviços de Comunicação Multimídia (MCS) para a China Telecom do Brasil. A empresa investiu milhões de dólares para concluir a construção do Ponto de Presença (PoP) de São Paulo e a rede internacional que o conecta à rede de backbone de acesso global da América do Norte, que estabelece uma conexão de rede direta da América do Sul para a China. No segundo semestre de 2012, a China Telecom do Brasil construirá a segunda rede PoP no Brasil para aumentar a capacidade e confiabilidade da rede.

“As empresas brasileiras estão enfrentando uma crescente demanda para investir e estabelecer operações no mercado chinês. Muitas empresas estão ativamente buscando um parceiro experiente para ajudá-las a desenvolver e implantar um plano de negócios que lhes permita atuar com sucesso na China. Para essas empresas, a China Telecom do Brasil está entre os parceiros mais confiáveis”, declarou o Sr. Donald Tan, Presidente da China Telecom Americas. “Nós reconhecemos a importância do Brasil e do mercado latino americano em geral. Estamos empenhados no desenvolvimento do mercado brasileiro, que atuará como um centro para nossas operações em contínua expansão na América Latina. A China Telecom do Brasil também estabelecerá parcerias com operadoras de telecomunicações da América Latina e do Brasil para expandir nossa cobertura de redes e serviço.”

Enquanto isso a China Communications Services do Brasil fornecerá a seus clientes soluções integradas e completas, que incluem serviços de infraestrutura de telecomunicações (“TIS”) (incluindo projeto, construção e supervisão e gerenciamento de projetos), serviços de terceirização de processos comerciais (“BPO”) (como manutenção, distribuição de serviços e produtos de telecomunicação, e gerenciamento de instalações), e aplicativos, conteúdo e outros serviços de terceirização de TI (“ACO”) (entre eles, aplicativos de TI, serviços de Internet e serviços de valor agregado de voz, etc).

“O estabelecimento da China Communications Services do Brasil é um passo estratégico e importante da expansão da CCS no exterior. Certamente, o fornecimento de serviços de alta qualidade no Brasil permitirá que a China ComService acumule experiência em aprimorar e solidificar seus serviços na América Latina”, declarou o Sr. Xiaoyi Liu, Vice-Presidente Executivo da China ComService. Ele também enfatizou que a “China Communications Services do Brasil gostaria de participar do desenvolvimento das telecomunicações no Brasil e fornecer serviços de alta qualidade para clientes brasileiros na  construção da infraestrutura de telecomunicações, manutenção de rede e integração de sistemas aplicando uma experiência bem-sucedida e vantagens técnicas para atender às operadoras domésticas da China”.

A China e o Brasil são duas das potências mais influentes entre os países em desenvolvimento. Os dois países possuem laços comerciais sólidos e em crescente expansão. O investimento chinês no Brasil superou a cifra de US$ 9 bilhões (R$ 18,5 bilhões) em 2011, enquanto dezenas de empresas brasileiras, principalmente nos setores de ferro, petróleo e gás, mineração e engenharia mecânica possuem investimentos na China. Desde 2009, a China passou a ser o maior parceiro comercial do Brasil. O volume de negócios do Brasil com a China totalizou US$ 77,1 bilhões (R$ 158,5 bilhões) em 2011.

SOBRE A CHINA TELECOM CORPORATION LIMITED

A China Telecom Corporation Limited é uma operadora integrada de serviços completos e o maior provedor de serviços de banda larga e telecomunicações de linha fixa, fornecendo serviços de telecomunicações e informações, incluindo voz por linha fixa, voz móvel, dados, vídeo e multimídia na China. Até o final de abril de 2012, a China Telecom tinha 175 milhões de assinantes de telefonia fixa, 138 milhões de assinantes de telefonia móvel (CDMA) e praticamente 85 milhões de clientes de banda larga. Suas ações H e certificados de depósitos de títulos americanos (American Depositary Shares – ADSs) estão listados na Bolsa de Valores de Hong Kong e Nova Iorque, respectivamente.

Depois de estabelecer um escritório de representação em Los Angeles, em 2000, a China Telecom iniciou oficialmente sua expansão para o exterior. Na década passada, a China Telecom instalou três empresas no exterior: China Telecom Americas, China Telecom (Hong Kong) e China Telecom (Europa). Essas empresas cobrem as regiões das Américas, Ásia, Austrália e a EMEA (Europa, Oriente Médio e África). Nesses países e regiões, a China Telecom construiu mais de 40 PoPs (Pontos de Presença) e outra infraestrutura, incluindo um grande número de cabos submarines e terrestres.

SOBRE OS SERVIÇOS DE COMUNICAÇÃO NA CHINA

A China Communications Services (CCS) é uma subsidiária da China Telecom Group. É um dos maiores provedores de serviços de telecomunicação da China. Em 8 de dezembro de 2006, ela abriu seu capital na Bolsa de Hong Kong e se tornou a primeira empresa de serviços de telecomunicação listada em bolsas no exterior. A CCS fornece serviços de suporte integrados no setor de informatização, incluindo telecomunicações, mídia e tecnologia. A China Telecom, a China Mobile, a China Unicom, as principais operadoras de telecomunicações na China, são os principais acionistas da CCC e também seus maiores clientes. A CCS atua no setor de telecomunicações há mais de 50 anos e construiu a maior parte da rede de telecomunicação das três maiores operadoras da China, que somam 700 milhões de usuários móveis, 330 milhões de assinantes fixos e 95 milhões de acessos de banda larga. A solução pronta de rede da CCS cobre todos os serviços indispensáveis, incluindo consultoria, planejamento, projeto, construção, manutenção e operação. Além disso, a CCS fornece serviços para clientes que não são operadoras, incluindo agências governamentais, fabricantes de equipamentos de telecomunicações e clientes corporativos. Em 2011, a CCS foi classificada em No. 79 na lista das 500 principais empresas da Fortune China. A receita anual somou 53,5 bilhões de yuans, aumentou 17,6% em comparação com 2010. Desde o estabelecimento da CCS, a empresa implantou com firmeza sua estratégia de desenvolvimento no exterior, e também estendeu seus serviços para mais de 50 países e regiões no mundo.

Notícia distribuída por PR Newswire

Webdesigner, Técnico em Hardware e Técnico em Mecatrônica.



Deixe seu comentário

Um pouco sobre nós

    O Grupo Dicas em Geral surgiu em 2007 a partir de idéias inovadoras sobre solução de problemas enfrentados diariamente por quem utiliza a Tecnologia e Informática, tanto usuários comuns quanto técnicos. Mas onde surgiu, por quê e qual é o propósito deste site?

Clique aqui e conheça!

Siga o Dicas em Geral no Google+

Vídeo da Semana