Idioma:

Infosys e cientista-chefe de Israel querem promover pesquisa e desenvolvimento industrial

1 de julho de 2012 | Em Notícias | 138 visualizações | Por

Clique e compartilhe: 


desenvolvimento industrialA Infosys, líder mundial em serviços de consultoria e tecnologia, anunciou hoje a assinatura de um memorando de entendimento (MoU) com o Estado de Israel para estabelecer e aumentar a colaboração em pesquisa e desenvolvimento industrial. Esse MoU é parte do “Programa Global de Colaboração Empresarial” desenvolvido pelo gabinete do cientista-chefe de Israel para acelerar a inovação através de um ecossistema mundial.

O MoU cria um sistema para a colaboração industrial entre a Infosys e empresas israelenses nas áreas tecnológicas emergentes de computação em nuvem, segurança da informação, sensores, análise e sustentabilidade. Com uma forte base mundial de clientes em todos os segmentos da indústria e com experiência comprovada na promoção de inovações que levam crescimento para as empresas, a Infosys proporcionará conhecimentos valiosos na definição de desafios e soluções pertinentes em vários setores.

A Infosys Labs, divisão de pesquisa e inovação da Infosys, promove a pesquisa na megatendência ‘construindo a empresa de amanhã‘, que tem o potencial de transformar o negócio do cliente. Comprometida com o princípio da “cocriação de inovação”, a Infosys Labs fortalece seu ecossistema de inovação existente de clientes, parceiros e consórcios da indústria através desse MoU.

Na ocasião, Subu Goparaju, vice-presidente sênior e líder da Infosys Labs, afirmou: “Esta colaboração se alinha à nossa visão de reunir diferentes redes de inovação de todas as partes do mundo e fazer com que sejam relevantes para os nossos clientes. Na Infosys, procuramos alavancar o ecossistema de inovação em Israel, como parte da avaliação de tecnologias em fase inicial que são relevantes para que os clientes possam construir as empresas de amanhã”.

Após a assinatura do acordo, Shalom Simhon, Ministro da Indústria, Comércio e Trabalho de Israel, declarou: “Nosso ministério proporciona aos exportadores israelenses um conjunto de ferramentas apoiadas pelo governo destinadas a ajudar a proporcionar aos colegas indianos o melhor que Israel tem a oferecer no setor de tecnologia. O acordo assinado hoje com a Infosys é um exemplo importante de outra ferramenta desse tipo. O enorme potencial do mercado indiano não passou despercebido pelas empresas e donos de indústrias israelenses, e o Ministério da Indústria, Comércio e Trabalho trabalha incansavelmente para concretizar o potencial de comércio entre os dois países, para o benefício de ambas as nações”.

Avi Hasson, o cientista chefe do Ministério da Indústria, Comércio e Trabalho, afirmou: “Assinamos vários acordos desse tipo com várias empresas internacionais nos últimos cinco anos, e os inúmeros projetos de P&D que surgiram desses acordos demonstram o grande interesse que as empresas internacionais têm em colaborar com parceiros israelenses desde a fase de P&D. Os acordos, como esse assinado com a Infosys, estimulam essa colaboração e facilitam a convergência das vantagens dos dois lados em projetos mutuamente benéficos”.

Sobre a Infosys

Muitas das organizações de maior sucesso do mundo confiam nos 150.000 funcionários da Infosys para oferecer valor empresarial mensurável. A Infosys oferece consultoria de negócios, tecnologia, serviços de engenharia e terceirização para ajudar clientes em mais de 30 países a construírem a empresa de amanhã.

Para mais informações sobre a Infosys (NASDAQ: INFY), acesse http://www.infosys.com

Aviso legal da Infosys

Certas afirmações neste comunicado a respeito da nossa perspectiva futura de crescimento são declarações prospectivas, que envolvem vários riscos e incertezas que podem fazer com que os resultados reais sejam substancialmente diferentes daqueles presentes nas declarações prospectivas. Os riscos e incertezas relacionados a essas declarações incluem, mas não se limitam a, riscos e incertezas sobre flutuações nos ganhos, flutuações nas taxas de câmbio de moeda estrangeira, nossa capacidade de administrar o crescimento, concorrência intensa em serviços de TI, incluindo os fatores que podem afetar nossa vantagem de custo, aumentos de salário na Índia, nossa capacidade de atrair e reter profissionais altamente qualificados, extrapolamento do tempo e do custo sobre o preço fixo, contratos de tempo fixo, concentração de clientes, restrições de imigração, concentração do segmento do setor, nossa capacidade de gerenciar nossas operações internacionais, demanda reduzida por tecnologia nas nossas principais áreas de enfoque, falhas nas redes de telecomunicação ou falhas no sistema, nossa capacidade de concluir e integrar aquisições potenciais com sucesso, responsabilidade por danos em nossos contratos de serviço, o sucesso das empresas em que as Infosys fez investimentos estratégicos, retirada ou expiração de incentivos fiscais governamentais, instabilidade política e conflitos regionais, restrições legais sobre o levantamento de capital ou aquisição de empresas fora da Índia e uso não autorizado de nossa propriedade intelectual, e condições econômicas gerais que afetam nosso setor. Riscos adicionais que poderiam afetar nossos resultados operacionais futuros estão descritos de forma mais completa nos nossos registros com a Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos, incluindo nosso relatório anual no formato 20-F para o ano fiscal encerrado em 31 de março de 2012 e no formato 6-K, para os trimestres encerrados em 30 de junho de 2011, 30 de setembro de 2011 e 31 de dezembro de 2011. Estes registros estão disponíveis em http://www.sec.gov/. A Infosys pode, de tempos em tempos, fazer declarações prospectivas adicionais oralmente ou por escrito, incluindo afirmações contidas nos registros da empresa com a Comissão de Valores Mobiliários e nossos relatórios aos acionistas. A empresa não assume a obrigação de atualizar nenhuma declaração prospectiva que possa ter sido feita de tempos em tempos pela empresa ou em nome dela.

Notícia distribuída por PR Newswire

Webdesigner, Técnico em Hardware e Técnico em Mecatrônica.



Deixe seu comentário

Um pouco sobre nós

    O Grupo Dicas em Geral surgiu em 2007 a partir de idéias inovadoras sobre solução de problemas enfrentados diariamente por quem utiliza a Tecnologia e Informática, tanto usuários comuns quanto técnicos. Mas onde surgiu, por quê e qual é o propósito deste site?

Clique aqui e conheça!

Siga o Dicas em Geral no Google+

Vídeo da Semana